Cadastre-se

Gratuitamente.
19/04/2011
O SAAD CHEGOU AO MATO GROSSO DO SUL NOS ANOS 90, ASSOCIADO AO OPERÁRIO
  • A partida desta quinta-feira é a primeira em partidas oficiais entre os dois clubes de Campo Grande, mas a história entre MS Saad e Operário é bem mais antiga. Após realizar alguns amistosos em Campo Grande nos anos 80, com o apoio do atual Presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira, o Saad de São Paulo passou a representar o estado de Mato Grosso do Sul em 1993, quando fêz uma parceria com o Operário para que sua equipe feminina pudesse disputar o I Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino representando o estado. O acordo foi celebrado com o apoio do então Presidente da FFMS, Ari Rodrigues, e rendeu quatro títulos nacionais e vagas duas craques Sul-Mato-Grossenses na Seleção Olimpica Brasileira: a volante Cidinha e a atacante Joana. Entre 1993 e 1995 a equipe atuou registrada como Operário/Saad nas competições da CBF, somente voltando a defender São Paulo em 1996, quando a Federação Paulista reativou seu departamento de Futebol Feminino. Em 1997, com o final da parceria com o Operário, o Saad se filiou à FFMS como equipe amadora, tranferindo para o estado sua equipe de futebol profissional em 2007, após conquistar a I Copa do Brasil de Futebol feminino em nova composição com a FFMS.
    Segundo os arquivos do Saad EC, o clube realizou um amistoso contra o Operário em 1975, quando era integrante da primeira divisão do futebol de São Paulo, em jogo que terminou empatado pelo placar de 2–2. Na época o Saad era a sensação do Campeonato Paulista, com vitórias consecutivas sobre o Santos de Pelé (3-1 na Vila), o Palmeiras de Ademir da Guia (1-0 no Palestra Itália), e o São Paulo de Pedro Rocha (3-1) no Morumbi.
    Próximo de celebrar os seus 50 anos de fundação, a diretoria do MS Saad estuda realizar evento para homenager em Campo Grande grandes ídolos do passado que levaram tanto o Saad como o Operário aos seus dias de glória no futebol brasileiro.